Ambev: inflação do setor está abaixo da média

Data: 26/08/2014
Fonte: Estadão


Clique aqui para ler matéria direto da fonte.


O presidente da Ambev, João Castro Neves, afirmou na manhã desta terça-feira, 5, que espera diálogo do governo federal para encontrar um "ponto de equilíbrio" para um possível novo aumento de impostos no setor de bebidas. O aumento chegou a ser anunciado antes da Copa do Mundo, mas foi suspenso após pressão da indústria. De acordo com o executivo, um novo aumento poderia "quebrar um circulo virtuoso" e ser repassado ao consumidor.


"O setor tem vivido um bom ciclo, com investimentos, geração de empregos e boa arrecadação para o governo. Os aumentos, que chegaram a ser anunciados antes da Copa, quebrariam esse ciclo. Se isso acontece o aumento, o impacto para o consumidor é o menor possível, em linha com a inflação", afirmou Neves após anunciar investimentos de R$ 180 milhões na criação de um centro de inovação no Rio de Janeiro.


Segundo o presidente da Ambev, uma conversa com o governo deve encontrar o "ponto de equilíbrio" e que há sinalização de que um novo aumento de tributos poderia ser gradual. Neves acredita que o diálogo com o governo poderia levar a um acordo para os próximos três ou quatro anos. "O que procuramos como setor é um modelo que seja o mais simples e previsível que a gente possa continuar um ciclo virtuoso. Tomara que a gente chegue, através do dialogo, nesse ponto de equilíbrio que evita o aumento", completou.


Na avaliação da Ambev, os preços "estão comportados" e a companhia tem se esforçado para conter os aumentos de custos, principalmente por conta da inflação, mas que um novo aumento de tributos teria impacto no consumidor. "Temos visto o setor sendo mais onerado que a média", avaliou o executivo.


"No acumulado de seis meses, a Inflação de bebidas está abaixo da inflação geral. Estamos segurando preços para o consumidor e vamos continuar fazendo esforço. Aumento de imposto sempre tem impacto. Governo vai chamar o setor para conversar", afirmou. Neves também disse que o investimento previsto do grupo Ambev para o País neste ano deve ficar em torno de R$ 2,8 bilhões.


O presidente da Ambev participou nesta manhã da solenidade de anuncio da criação de um novo centro de inovação tecnológica, no Rio. O anúncio contou com a participação do governador Luiz Fernando Pezão e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Júlio Bueno. Do total de R$ 180 milhões previstos para o centro, metade será financiado por meio de incentivos financeiros do governo do Estado, que serão pagos em até 10 anos.


O novo centro será localizado próximo à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e será voltado para o desenvolvimento de novos produtos e embalagens, além de testes de percepção, comportamento e demandas do consumidor. Ao todo, serão 36 mil metros quadrados de área construída, com previsão de inauguração dentro de dois anos.


"Fazemos uma aposta grande no Rio de Janeiro nos últimos seis anos, com investimentos de mais de R$ 2,3 bilhões", ressaltou João Castro Neves. Ao todo o grupo possui no Estado três unidades de produção, uma fábrica de produção

Leia também

» Publicação gaúcha é vencedora em Feira de Tecnologia em Cerveja » Balanço final aponta que Brasil Brau cresceu 31% em 2017 » MEIO FILTRANTE - Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja Brasil Brau cresce 31% em 2017
Informações & Vendas:
+55 11 5067 6792
brasilbrau@brasilbrau.com.br
Endereço:
Rua Salvador Allende, 6.555
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro, RJ